quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Novo livro de Herberto Helder


Em breve um momento marcante para a poesia.
O lançamento de mais um livro desse poeta fascinante que é Herberto Helder.


Título: OFÍCIO CANTANTE — Poesia completa

Autor: Herberto Helder

Colecção: Documenta Poetica

Ano de edição: 2009 / Tema, classificação: Poesia

Formato e acabamento: 14 x 20 cm, edição encadernada

N.º de páginas: 624

Apresentação:Ofício Cantante foi o título escolhido para a primeira publicação, em 1967, de poemas reunidosdo autor, na colecção Poetas de Hoje, na Portugália Editora, título agora recuperado para a sua poesia completa. Para além de alguns poemas inéditos (e outros retrabalhados), incluem-se aqui os poemas do já esgotado A Faca Não Corta o Fogo — Súmula & inédita, considerado o melhor livro de 2008 por alguma da imprensa especializada.



não chamem logo as funerárias,
cortem-me as veias dos pulsos pra que me saibam bem morto,
medo? só que o sangue vibre ainda na garganta
e qualquer mão e meia me encha de terra a boca,
sei de quem se tenha erguido, de pura respiração, do fundo da madeira,
saibro, roupa, gôtas de orvalho ou cêra,
ornatos, espadanas, lágrimas,
últimas músicas,
não é como no escuro o trigo que ressuscita,
sei sim de quem despedaçou as tábuas
e ficou entre caos e nada com o
sangue alvoroçado nos braços e nas têmporas,
que se não pare nunca entre as matérias intransponíveis,
cortem-me cerce o sangue fresco,
que a terra me não côma vivo,

[excerto]

3 comentários:

Eliane disse...

Heberto Helder é maravilhoso, tão intenso, tão profundo, gosto muito dos poemas dele, especialmente de "A Carta da Paixão" fiz um PPS dele em 2007, mas perdi-o em um tilt do meu computador.

"A doçura mata.
A luz salta às golfadas.
A terra é alta.
Tu és o nó de sangue que me sufoca.
Dormes na minha insônia
como o aroma entre os tendões da madeira fria.
És uma faca cravada na minha vida secreta.
E como estrelas duplas
consanguíneas,
luzimos de um para o outro
nas trevas." (Fragmento)

Não é perfeito, Alberto? Espero que alguma editora lance essa nova compilação do Herberto no Brasil.
Um beijo querido amigo, obrigada pelo post, só assim fico a saber das novidades de Portugal.
Eliane

Via multiply

Eliane disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Eliana Mara Chiossi disse...

Herberto mudou minha forma de ler e escrever!